Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Reticências

Um blog que é uma espécie de dicionário do que gosto ou é importante para mim.

Um blog que é uma espécie de dicionário do que gosto ou é importante para mim.

Reticências

origem
21
Jun10

António Manuel Couto Viana

Hirundo

António Manuel Couto Viana - natural de Viana do Castelo, onde nasceu em Janeiro de 1923. Poeta, contista, ensaísta, crítico literário, dramaturgo, encenador e actor, foi nesta cidade que deu os primeiros passos como actor, no Teatro Sá de Miranda, que pertencia à sua família.

Em 1946 veio para Lisboa, onde se estreou como actor e figurinista no Teatro Estúdio do Salitre. Em 1948, estreou-se na poesia com o livro "O Avestruz Lírico" e desde então publicou mais de uma centena de obras. Foi co-director dos cadernos de poesia "Távola Redonda", director da revista "Graal" e fez parte do conselho de redacção da revista "Tempo Presente". Fez parte da direcção do Teatro de Ensaio (Teatro Monumental), Companhia Nacional de Teatro e foi empresário e director do Teatro do Gerifalto, onde apresentou dezenas de peças para crianças. Encenou óperas para o Círculo Portuense de Ópera, Companhia Portuguesa de Ópera (Teatro da Trindade), foi mestre de arte de cena do Teatro Nacional de S. Carlos e orientador artístico da Oficina de Teatro da Universidade de Coimbra. A sua obra foi distinguida com vários prémios e foi agraciado com diversas condecorações, em Portugal e Espanha. Aos 85 anos decidiu publicar alguns dos muitos poemas que escreveu sobre animais. "Bichos Diversos em Versos" é o nome da obra que dedicou às crianças. Segundo as suas palavras, ao lerem histórias sobre animais, as crianças passam a vê-los com outros olhos, a respeitá-los enquanto seres vivos e sensíveis que são. Em Setembro de 2009 publicou a sua última obra, um livro de contos pícaros denominado " Que é que eu tenho, Maria Arnalda?"

Faleceu em Lisboa, no dia 8 de Junho de 2010.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D